Âncora é afastada do Jornal da Record após críticas à cobertura da covid-19

A jornalista Adriana Araújo deixou a bancada do “Jornal da Record” e será substituída por Christina Lemos. O afastamento da âncora ocorre após ela ter feito críticas à cobertura que a emissora tem feito sobre a covid-19.

“Hoje só tenho uma palavra a dizer pra fechar um ciclo de 14 anos: obrigada! Muito obrigada, sempre! Levo comigo memórias de momentos que marcaram a minha carreira, o respeito e a torcida que recebi de tanta gente, amigos da redação e do público. E a certeza de que ofereci o melhor que havia em mim: trabalho e verdade”, escreveu a âncora em seu perfil no Instagram.

Apesar de ter sido afastada do jornal, Adriana Araújo não deixa a emissora. Ela foi remanejada para o o “Repórter Record Investigação”, outro jornalístico da casa, que volta ao ar em julho e será apresentado às quintas-feiras.

Adriana também elogiou sua substituta. “Christina Lemos é uma jornalista de grande talento, com quem já dividi vários plantões”, escreveu. Ela também tranquilizou os seguidores e disse estar bem. “A todos que se preocupam comigo, fiquem tranquilos. Estou bem e serena. Que bons ventos me levem”, concluiu.

Record TV e covid-19

A emissora do bispo Edir Macedo endossa o discurso do presidente Jair Bolsonaro e, desde o início da pandemia, tem abordado o assunto de maneira a não causar alarmismo.

De acordo com o site Notícias da TV, um e-mail chegou a ser enviado pelo diretor de Jornalismo da casa aos jornalistas dos noticiários, com orientações para pegarem leve na cobertura. Decisão que teria desagradado a equipe de Adriana Araújo e a própria apresentadora.

Veja também: Repórter da Record descobre que está infectada com covid-19 ao vivo

____________________________________

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *